Onias Xavier "Defender os animais não é pra qualquer um!" Paraíba, 04/04/2011

Onias Xavier "Defender os animais não é pra qualquer um!"

     O Jornalista Onias Xavier destacou em seu artigo a luta do vereador Olimpio Oliveira em defesa do Bem estar animal.

 

http://www.oniasxavier.com.br/?p=4780
Matéria: Defender os animais não é pra qualquer um!

     É lamentável, mas a verdade é que muitos colegas da imprensa não estão tendo o discernimento correto para discorrer sobre a seriedade contida no bojo de um dos projetos mais sensatos e coerentes que tem tramitado na Câmara Municipal de Campina Grande. Reporto-me ao projeto de “Tração Animal “ matéria que foi sabiamente apresentada no Poder Legislativo campinense por um dos melhores vereadores de Campina Grande, que luta fervorosamente pelo bem não só do povo, mas também por parte dos animais.
     O cachorro, o gato, o cavalo, o jumento etc. ganham voz através de doutor Olimpio, aquele menino que vendia ovos na feira central e que cresceu, se fez homem e galgou com o aval do povo, o direito de representá-los numa das Casas parlamentares mais bem conceituadas do Brasil.
     Verdadeiramente, eu não sei como é que muitos formadores de opinião pública utilizam-se de uma matéria tão séria e de uma maneira tão irresponsável passando a apregoar aos quatro cantos de onde são ouvidos ou lidos chegando a atribuírem uma conotação jocosa, a um projeto rico, consistente e merecedor de destaque respeitoso.
     Como também sou um animal bípede e que difiro dos demais animais somente porque sou racional é que também resolvi dar esse coice, essa popa naqueles que precisam acordar para a realidade e correrem como eu corri em busca do conhecimento do conteúdo dessa matéria que tem como autor o vereador em apreço.
     Em conversa com o autor da matéria, vereador Olimpio Oliveira, ele me disse que via com naturalidade os comentários que foram atribuídos ao seu projeto.
     “Muito embora eu não consiga disfarçar a minha tristeza ao volume de desinformação a respeito dessa matéria. Temos alguns formadores de opinião que infelizmente tentaram desvirtuar a essência do projeto, querendo colocar o vereador na vala comum do folclorismo”, desabafou.
     O projeto apresentado meus colegas está em consonância de toda a política do bem-estar animal. Depois de me inteirar da situação, cheguei à conclusão que o vereador não está tentando criar a roda, o que ele está tentando minha gente é implantar uma política que já é tradicional no Brasil.

DESCANSO AMINAL - A declaração Universal dos Direitos dos Animais que é um documento da UNESCO tem força de tratado que a partir do instante em que o Brasil passou a ser signatário passa a ter força Constitucional. O Art. 7º da Declaração dos Direitos dos Animais já preconiza isso, o animal que trabalha tem direito ao descanso.

Agora seria demais pedir descanso para o animal?

     Acosto-me ao vereador Olimpio quando diz que existe uma falta de conhecimento muito grande por parte daqueles que estão atacando essa matéria e analisando-a de maneira folclórica.
Acredito que se os colegas que criticam esse projeto se tiverem um pouquinho de tempo pra se debruçarem na internete verão o que está acontecendo lá fora. E ai vocês vão ver que esta é uma política necessária a ser implantada com a maior urgência em nosso Município.
     A verdade também é que não é todo mundo que se levanta pra defender os animais até porque gato e cachorro não votam em ninguém! É por isso que essa bandeira, muitos não querem levantar e ficam criticando somente por criticarem .
     E agora segue um pouco de bíblia, para que muitos saibam da importância dos animais:
     Balaão é um personagem do Livro dos Números, quarto livro da Torá. Balaão foi o profeta a quem Balaque deu instrução para amaldiçoar o povo de Israel. Contudo por revelação divina, Deus lhe aparecia e determinava que o povo de Israel fosse abençoado por ele, profetizando a grandeza daquele povo, o que irritou Balaque.
     Balão não amaldiçoou o povo, mas foi seduzido pelas ofertas financeiras do rei a ponto de novamente ir no caminho para por tropeço ao povo de Israel pelos seus serviços sacerdotais. No meio do caminho, pela boca de uma jumenta, Balaão tem mais uma revelação de Deus contra os propósitos de seu coração, obedecer Balaque.
     Balaão não chegou a amaldiçoar o povo de Israel, pois por divina revelação Deus não o permitiu, contudo Balaão ensinou aos inimigos de Israel como fazê-los cair e perder a proteção do Altíssimo. As mulheres de fora de Israel eram formosas e fariam o povo de Israel cair em prostituição. E por intermédios dessas mesmas mulheres haveria a promiscuidade com ídolos.
Associo-me portanto ao vereador Olimpio, que como eu acredita numa cidade melhor, numa cidade justa tanto para homens quanto para animais.





Assessoria de Comunicação