Olimpio cobra a implantação de ciclovias e ciclofaixas Paraíba, 08/04/2011

Olimpio cobra a implantação de ciclovias e ciclofaixas

     À medida que as cidades crescem, o trânsito transforma-se em um problema urbano. A estrutura destas cidades, por falta de espaço físico e/ou recursos financeiros, não tem suportado este crescimento. Mas, uma proposta do vereador Olimpio Oliveira (PMDB) poderá amenizar um pouco, esta sufocante realidade. Esta semana, a Câmara aprovou uma proposta de sua autoria, que poderá levar Campina ao Programa Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta.
     A proposta que foi aprovada por unanimidade, possibilitará à sociedade campinense, uma oportunidade de debater sobre as possíveis alternativas para a questão da mobilidade Urbana. A proposta consiste na realização de uma Audiência Pública, para debater o Programa Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta “Bicicleta Brasil”, desenvolvido pela Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, ligada ao Ministério das Cidades. 
     Em sua proposta o vereador Olimpio Oliveira argumenta que, ao analisar a realidade de Campina Grande, verifica-se o uso crescente da bicicleta como meio de transporte para o trabalho e estudo, além das atividades de lazer, necessitando, assim, de tratamento adequado ao papel que desempenha nos deslocamentos urbanos de milhares de pessoas, exigindo uma política pública, que seja implantada após uma discussão com a sociedade civil.
     Para Olimpio, a inserção da bicicleta nos atuais sistemas de transporte é possível, mas ela deve ser considerada como elemento integrante do novo desenho urbano necessário para dar suporte à Mobilidade Urbana Sustentável, incorporando-se a construção de ciclovias e ciclofaixas, principalmente nas áreas de expansão urbana e torna-se necessária também a ampliação da abordagem para incluir as vias cicláveis, que são vias de tráfego compartilhado que podem ser adequadas ao uso da bicicleta; 
     Segundo Olimpio, as vantagens na implantação das ciclovias e ciclofaixas possibilitará ao ciclista, a oportunidade de se deslocar com mais segurança através de um via específica. “A utilização das vias exclusivas, não só diminuirá a problemática do trânsito, mas, incentivará em nossa sociedade, um meio de transporte que possibilitará além de mais economia, saúde, lazer e a sonhada mobilidade urbana” destacou.





Assessoria de Comunicação