Vereador defende a criação do curso de medicina veterinária para Campina Paraíba, 07/06/2011

Vereador defende a criação do curso de medicina veterinária para Campina

     Em busca da prevenção, bem estar e cura das doenças dos animais, bem como, da preservação da vida humana, diante de um contexto médico, que possibilitará a prevenção e o tratamento das doenças dos animais que podem ser transmissíveis ao homem, o vereador Olimpio Oliveira, (PMDB) está solicitando ao Magnífico Reitor UFCG, Thompsom Mariz, bem como a Magnífica Reitora da UEPB, Marlene Alves, a criação do Curso de Graduação em Medicina Veterinária no Campus de Campina Grande.
     Na proposta, que já teve apoio unanime da Câmara, o vereador Olimpio Oliveira, destaca que a cidade de Campina Grande é um importante pólo universitário do Nordeste do Brasil, atraindo estudantes de diversas regiões, mas que se ressente da falta de um Curso em Graduação de Medicina Veterinária, o que tem frustrado os planos de inúmeros jovens, que são vocacionados por esse ramo da medicina, e que são obrigados a migrar para outras cidades como Areia e Patos por falta do curso nesta cidade. 
     Segundo Olimpio, a Medicina Veterinária é a ciência médica que se dedica à prevenção, controle, erradicação e tratamento das doenças, traumatismos ou qualquer outro agravo à saúde dos animais, além do controle da sanidade dos produtos e subprodutos de origem animal para o consumo humano. Ele também destaca que a cidade tem uma população animal considerável e, no entanto, não dispomos de serviços públicos para atender a essa demanda.
     “A nossa esperança é que com a criação de um Curso de Medicina Veterinária, também seja criada uma Clínica Veterinária Universitária, para fomentar o aprendizado dos alunos e para oferecer o retorno social à comunidade campinense, desta forma, além de amenizar o sofrimento dos animais que são utilizados nos veículos de tração animal, e que muitos são pertencentes a pessoas carentes, que nunca os vacinam ou os levam ao veterinário, também poderemos esterilizar gratuitamente cães e gatos, cujos donos não podem pagar pela cirurgia” destacou Olimpio Oliveira.





Assessoria de Comunicação