Vereadores visitam Hospital Pedro I para encontrar saída para crise Paraíba, 28/03/2012

Vereadores visitam Hospital Pedro I para encontrar saída para crise

     O vereador Olimpio Oliveira, juntamente aos vereadores João Dantas e Fernando Carvalho visitaram esta semana o Hospital Pedro I. Na oportunidade reuniram-se com a direção daquela Casa Hospitar, na perspectiva da construção de um esforço coletivo para superar a crise enfrentada por esse importante centro de saúde.
Veja um pouco da História do Hospital Pedro I:

O Hospital Pedro I
     No ano de 1928, através de uma idéia da Loja Maçônica “Regeneração Campinense”, foi plantada a semente da criação de um hospital. Em 07 de setembro de 1932, seria criado o primeiro hospital da cidade, o Hospital Pedro I, em homenagem ao fundador da nacionalidade brasileira, o Grão Mestre e Imperador Dom Pedro I. 
     A história do hospital é belíssima, pois o dinheiro da obra veio do próprio povo, através de eventos promovidos pelos maçons, como festas, promoções e principalmente, doações. Segundo um ex-médico do hospital, Gilvan Barbosa em entrevista ao Diário da Borborema, o hospital estava inicialmente destinado aos indigentes. Todavia, em função da falta de outras organizações semelhantes na cidade, a Maçonaria achou por bem estender essa assistência à população em geral, dividindo os serviços em Indigência e Casa de Saúde.
Hospital nos anos 60
     O médico Aroldo Cruz relatou o seguinte sobre a construção do hospital: “Os terrenos onde está funcionando o Hospital Pedro I, foram conseguidos com certa dificuldade. Quando se pensou em construir um necrotério, foi preciso solicitar de um proprietário, a doação do local. Houve resistência.  Descobriram, então, que o homem era muito ligado as coisas da Igreja, e o terreno foi pedido para a construção de uma capela, no que foi de imediato atendido. Construído o necrotério, o homem não achou a coisa nada parecida com a capela, mas: aí, já era tarde...”, relatou Aroldo ao Diário da Borborema.
     Construído o hospital, aos poucos o Pedro I foi melhorando seu poder assistencial, sendo ampliado e consequentemente, acabando por receber dividendos do poder público, no que ajudou em muito a boa manutenção da casa de saúde.
     O hospital passou por uma grave crise financeira nos anos 90, quando chegou inclusive a ser ameaçado o seu funcionamento, porém, a fase tenebrosa de certa forma passou e o hospital começou a equilibrar-se economicamente, contando hoje com bons leitos e um bom equipamento hospitalar para o bom funcionamento do local.
Hospital Pedro I atualmente
     O Hospital Pedro I é uma entidade civil, sem fins lucrativos, filantrópica e de assistência social, reconhecido de utilidade pública pelo Conselho Nacional de Serviço Social. Está credenciado como hospital de referência para urgências e emergências pelo Ministério da Saúde, conforme Portaria nº 574-MS, publicada no Diário Oficial da União, em 15.10.1999.
Fontes Utilizadas:
-Diário da Borborema e SITE http://cgretalhos.blogspot.com.br/2009/10/o-hospital-pedro-i.html





Assessoria de Comunicação