Audiência Pública para debater superlotação do Centro de Zoonoses não conta com a presença da PMCG Paraíba, 20/08/2014


Audiência Pública para debater superlotação do Centro de Zoonoses não conta com a presença da PMCG

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou na manhã desta quinta-feira, uma Audiência Pública para debater a falta de políticas públicas para o bem estar animal e a consequente superlotação do Centro de Controle de Zoonoses e demais agravos.

A Audiência Pública foi realizada por uma propositura do vereador Olimpio Oliveira, entretanto, ficou prejudicada pelo não comparecimento dos representantes da Prefeitura Municipal, os quais não comparecem nem mandaram representantes o que causou um profundo mal estar entre os presentes. Para piorar o quadro, apenas os vereadores Olimpio Oliveira, Napoleão Maracajá e Rodrigo Ramos compareceram aos trabalho, enquanto que os vereadores Pimentel Filho e Alexandre do Sindicato justificaram as ausências de ambos.

Segundo Olimpio, foram convidados o prefeito Romero Rodrigues e o vice-prefeito, a secretária de saúde, o secretário do meio ambiente, a coordenadora do meio ambiente e a diretora do Centro de Zoonoses. “É uma total falta de respeito para com o Poder Legislativo e com o povo”, desabafou Olimpio.

Mesmo com a ausência dos representantes da PMCG a Audiência Pública foi realizada com a participação de representantes de diversas organizações não governamentais e do Ministério Público, que foi representado pelo promotor de justiça Eulâmpio Duarte, o qual discorreu sobre o Inquérito Civil Público instaurado para apurar diversas irregularidades no Centro de Zoonoses.

“A Prefeitura Municipal de Campina Grande ao não participar desta Audiência Pública, apenas oficializou  a postura do atual governo: AUSENTE, ausente no diálogo com a sociedade, ausente no cuidado dos animais e das pessoas, ausente no respeito ao contribuinte”, alfinetou Olimpio.

 

 





Assessoria de Comunicação