Olimpio solicita ao Ministério Público para investigar se o reajuste da tarifa de ônibus se deu de forma abusiva Paraíba, 23/07/2015


Olimpio solicita ao Ministério Público para investigar se o reajuste da tarifa de ônibus se deu de forma abusiva

Olimpio solicita ao Ministério Público para investigar se o reajuste da tarifa de ônibus se deu de forma abusiva

Tramita na Promotoria de Defesa do Consumidor o Inquérito Civil Público nº 013/2015, o qual foi instaurado em virtude da provocação do vereador Olimpio Oliveira, que requereu a instauração da investigação para apurar se o reajuste da tarifa de ônibus em Campina Grande se deu de forma abusiva. O vereador solicita que também seja realizada uma auditoria nas planilhas de custos apresentadas pelas empresas ao Conselho Municipal de Transportes.

Segundo Olimpio, o que mais revolta ao usuário dos transportes públicos em Campina é a péssima qualidade dos serviços prestados. Além disso, nada contribui para baixar o preço da tarifa, pois, em 2013 a Prefeitura deixou de cobrar o Imposto Sobre Serviços das empresas, sem falar da demissão em massa dos trabalhadores que atuavam como cobradores de tarifa, ou seja, as empresas cortam custos operacionais, mas isso não reflete para baixar o valor da passagem. “São fatos que justificam uma investigação, pois a população não aguenta mais pagar essa conta, sem ter acesso a composição detalhada dessas planilhas de custos. É chegada a hora de passarmos a limpo tais planilhas!”, protestou, Olimpio.

É o terceiro reajuste na tarifa autorizado pelo prefeito Romero Rodrigues em menos de um ano.

 





Assessoria de Comunicação