Olimpio insiste na criação da Unidade de Tratamento para Dependentes de Drogas e na instalação do Hospital Público Veterinário Paraíba, 29/12/2015


Olimpio insiste na criação da Unidade de Tratamento para Dependentes de Drogas e na instalação do Hospital Público Veterinário

Orçamento 2016: Olimpio insiste na criação da Unidade de Tratamento para Dependentes de Drogas e na instalação do Hospital Público Veterinário

Hoje foi o último dia para os vereadores apresentar emendas à Lei Orçamentária Anual – LOA 2016, o prazo foi encerrado às 09:00h. O vereador Olimpio Oliveira apresentou 31 emendas fazendo previsão orçamentária para os temas mais diversos. Na oportunidade, o parlamentar reapresentou as emendas propondo a criação da Unidade de Tratamento para Dependentes de Drogas e a instalação do Hospital Público Veterinário.

O vereador Olimpio Oliveira também priorizou investimentos para a promoção de políticas públicas para a criança, o adolescente e a juventude. Olimpio destinou emendas para a política municipal de resíduos sólidos (beneficiando os catadores e a implantação da coleta seletiva), para investimentos na arborização da cidade, para a requalificação de equipamentos públicos como: O Distrito de Serviços Mecânicos; a Vila Olímpica Plínio Lemos; O Centro de Zoonoses e o Mercado da Prata.

A Guarda Municipal também foi contemplada com uma emenda que prioriza investimentos para a compra de equipamentos como coletes balísticos e armas não letais, além de recursos para a capacitação continuada dos guardas. Por outro lado, há emendas para o calçamento de diversas ruas, a conclusão da Creche do Bairro Catolé de Zé Ferreira, a construção de uma Unidade Básica de Saúde e a construção de uma praça no Bairro da Glória.

Segundo Olimpio, suas emendas atendem aos pleitos encaminhados por diversos grupos organizados: “Trabalhamos na perspectiva de construir propostas coletivas. As nossas emendas nascem nas rodadas de conversas nos Conselhos, Fóruns e outras organizações populares. Sou apenas um porta-voz da vontade de muitas comunidades e de grupos de pessoas que participam ativamente na construção de políticas públicas”, explicou Olimpio.

 





Assessoria de Comunicação